quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Só resta a aurora

Garota descobre que namorado a traiu, então o deixa.

Leite e sangue, a aurora da vida...

Rapaz tem vontade apenas de sair com o carro, estressado, cansado. Já não tinha dormido há dois dias. Tinha perdido a namorada.

Leite e sangue, a aurora da vida...

Mãe ia comprar o leite, mas tinha que fazer comida.

Leite e sangue, a aurora da vida...

O garoto pediu para mãe dinheiro, foi comprar o leite.

Leite e sangue, a aurora da vida...

Olho para a rua e prestigio o carro em sua parada final.

O sol completa o teatro, e se esconde atrás de uma nuvem, e não acorda as pessoas cansadas.

Do garoto com o leite, e o sangue, só resta à aurora.

4 comentários:

  1. Boa mescla entre prosa e poesia, e um refrão atípico, que apresenta originalidade.
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. obrigado! saiu super rapido, naturalmente!

    ResponderExcluir
  3. Onde estás que não prenche mais este espaço com palavras?

    ResponderExcluir